DIAS DAS MÃES E UMA REFLEXÃO

DIAS DAS MÃES E UMA REFLEXÃO

Foto: Tiago Falótico

Hoje comemora-se o dia das mães. Sabemos o quanto esse dia além de ser de muito carinho e afeto, pode ser de admiração! E por isso, queremos hoje dividir com vocês duas questões: uma que nos entristece imensamente, e outra, que nos faz refletir o quanto a natureza pode e é generosa sempre tratando cada indivíduo que dela faz parte, com amor e carinho assim como uma grande mãe. 

O tráfico de animais silvestres é o terceiro maior tráfico do Brasil, ficando atrás somente do de armas e de drogas. Esse comércio lucrativo é favorecido por quem continua comprando e sustentando todo um ciclo de horrores. Como uma boa mãe, as fêmeas defendem com garras e dentes (literalmente) as suas crias.E para que esses filhotes sejam capturados e retirados de suas mães, muitas vezes, estas precisam ser mortas

Foto: Acervo CETAS-BH

Associado a isso, temos diversos problemas, como os atropelamentos, a caça, fragmentação dos habitats, ou seja, toda uma forte pressão que o ser humano exerce e que contribui para que tantos filhotes de animais órfãos cheguem até nossos cuidados. Isso, se tiverem a segunda chance de chegarem até nós. Já que dependem de ser encontrados seja por alguém nas estradas, seja pelos profissionais dos órgãos fiscalizadores que os apreendem transportados em garrafas pet, sacolas plásticas, caixas, gaiolas minúsculas e outras atrocidades que já tivemos a infelicidade de presenciar. 

E em paradoxo a esse quadro tão triste, podemos contemplar fêmeas que adotam esses filhotes. E claro que isso não é uma regra, pois a natureza segue um fluxo próprio. Mas muitas vezes, fêmeas aceitam aqueles filhotes como seus, dando-os o calor e a proteção que, tantas vezes, nós não podemos oferecer, e que as mães biológicas não tiveram a chance de lhes proporcionar. 

Foto: Acervo CETAS-BH

Por isso, nesse dia das mães te convidamos a repensar seus hábitos e escolhas. Sabemos que os animais podem ser cativantes e irresistíveis, mas não cabe a nós retirarmos dessas mães, a chance de cuidar de seus filhotes. Podemos e devemos repensar nossos hábitos e o quanto é necessário falar pelos que não tem voz e propor mudanças na legislação para que sejam criadas penas mais rigorosas para o tráfico, corredores ecológicos para que os animais atravessem rodovias em segurança, maior controle de preservação das áreas verdes e habitats naturais. 

Não vivemos sozinhos neste mundo, e não faz sentido desejar hoje um feliz dia das mães e tirar a oportunidade da natureza continuar sendo protagonista do seu melhor papel, ser mãe. 

ENTRE EM CONTATO.
ACOMPANHE NOSSO TRABALHO

waita.ong@gmail.com

Translate